Abolição da Escravatura

03/11/2011 16:12

Abolição da Escravatura

            A abolição da escravatura pode ter sido o maior erro do Brasil! Por que isso aconteceu? Por quê??? Estava tão bom assim! Por que mudar? Não dá para entender! Não era viável continuar a escravidão? Ela favorecia tantas pessoas!  Os senhores viviam tão bem com suas famílias! Abolição?!? Simplesmente absurdo! Era assim que pensavam aqueles senhores que abusavam e exploravam seres humanos.

            Finalmente aconteceu a abolição! Mas para que isso ocorresse alguns passos foram dados. O primeiro deles foi dado em 1850, com a extinção do tráfico negreiro. O segundo foi a declaração da Lei do Ventre-Livre, em 28/09/1871, celebrada pelo missionário Simonton, fundador da igreja presbiteriana, através do seu jornal – A Imprensa Evangélica. Esta lei tornava livres os filhos dos escravos que nascessem a partir dessa data. O terceiro passo foi a aprovação da lei do Sexagenário, que beneficiava os negros de mais de 65 anos, em 1885. Finalmente, o quarto passo foi dado no dia 13 de maio de 1888, pela princesa Isabel, a Lei Áurea. Esta lei dava liberdade total a todos os escravos do Brasil Imperial.

            Mais de um século se passou desde que os escravos foram libertados da escravidão, mas ainda hoje eles estão de fato livres?

            A abolição da escravatura aconteceu e muitos se sentiram livres dos seus senhores, mas existe uma libertação que os homens precisam: a libertação oferecida pelo Senhor Jesus. Quem dá essa libertação não é Eusébio de Queirós, ou a princesa Isabel, ou quem quer que seja. Essa libertação só vem do Senhor Jesus. A Bíblia diz: “Se o filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. Mas, para recebê-la, é necessário conhecer o Senhor Jesus que é o caminho, a verdade e a vida. Ele próprio disse: “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Seja verdadeiramente livre em Jesus, só Ele pode abolir a sua escravatura quebrando as cadeias que tentam te prender! Que Deus te abençoe! Viva a liberdade em Jesus Cristo!!!

           

Pr. Florencio de Ataides